fbpx

Dermatologia Estética e Cosmiátrica

Home / Dermatologia Estética e Cosmiátrica

Dermatologia Estética e Cosmiátrica

Desde os primórdios a humanidade procura melhorar a aparência e busca constantemente manter-se jovem. Não existe um conceito definido de beleza. Ela depende das concepções individuais, correlacionado fatores culturais, sociais, sentimentos, praticidade, saúde mental e física. A pele reflete através de sua aparência, as condições físicas e emocionais das pessoas. O belo “é tudo que ao ser contemplado, agrada”.

A dermatologia tem avançado muito nas últimas décadas. Realiza procedimentos e tratamentos com a finalidade de manutenção da beleza e a melhora da aparência da pele e seus anexos. São inúmeros os procedimentos cosméticos, entre os principais a toxina botulínica, preenchimentos, lasers para rejuvenescimento, peelings, microagulhamento, remoção de tatuagens, etc. Cada paciente é avaliado individualmente e o dermatologista propõe o melhor tratamento considerando a necessidade, os riscos e a expectativa, visando um resultado global natural e satisfatório ao paciente.

botoxA toxina botulínica é extraída de uma bactéria chamada Clostridium botulinum. É utilizada há mais de 20 anos no tratamento de distonias musculares na oftalmologia e neurologia, e amplamente utilizada pela dermatologia no tratamento das “rugas” da face e pescoço. Existem vários nomes comerciais, entre os mais conhecidos são o Botox®, Disport®, Xeomin®.

A toxina atua paralisando temporariamente a musculatura da mímica facial. Pequenos músculos tracionam a pele criando as expressões faciais. Isso acontece incontáveis vezes ao longo da vida, e com o tempo a pele vai criando pequenas dobras formando vincos (rugas). São mais perceptíveis na testa e na região ao redor dos olhos (pés de galinha). O médico aplica diretamente no músculo, reduzindo a sua força e evitando que as rugas se tornem profundas e permanentes. O objetivo não é paralisar por completo, mas sim suavizar a expressão facial com um resultado natural.

Idealmente, deve-se iniciar as aplicações logo que as primeiras rugas começam a aparecer. Características individuais do rosto devem ser avaliados pelo dermatologista a fim de proporcionar melhores resultados. O efeito de uma aplicação isolada dura em média de 5 a 6 meses. Os resultados vão melhorando a cada aplicação. Nas novas aplicações, as rugas mudam e diferentes pontos de aplicação são utilizados, e a quantidade a ser aplicada geralmente é menor.

A dor decorre da perfuração da pele pela agulha. Para reduzir o desconforto, é utilizado uma agulha extremamente fina, cremes anestésicos, além de resfriamento da pele para um maior conforto na aplicação.

A toxina botulínica traz excelentes resultados para pacientes com hiperidrose (suor excessivo), especialmente nas axilas e mãos. O resultado é mais prolongado e as doses utilizadas são maiores que as aplicadas no rejuvenescimento facial.

preenchimentoÉ um procedimento realizado para repor o volume facial perdido com a idade, correção de imperfeições como cicatrizes, melhora do contorno facial, da textura e brilho da pele. O resultado é uma aparência mais suave e mais jovem com o mínimo de tempo de recuperação e a máxima segurança.

A substância é injetada abaixo da pele, e a profundidade depende da localização e do objetivo do preenchimento.

Os locais de aplicação mais frequentes são:
– volume e redefinição do contorno dos lábios;
– correção da concavidade das olheiras;
– pés de galinha;
– bochechas cavadas, volumização das maçãs do rosto;
– sulcos profundos ao redor do nariz;
– bigode chinês (sulco do canto do nariz em direção ao canto dos lábios);
– sulco de marionete (sulco do canto dos lábios ao queixo);
– hidratação profunda: corrige rugas pequenas e finas, especialmente ao redor dos olhos, pescoço e colo;
– rejuvenescimento do dorso das mãos, melhorando o brilho e reduzindo a exposição excessiva dos vasos sanguíneos.

Tipos de Preenchedores:

Ácido hialurônico: Substância que é exatamente igual ao encontrado naturalmente na pele humana, tem apresentações em diversas concentrações, e cada uma tem sua aplicabilidade específica, dependendo se é para correção de deformidades superficiais ou para volumização profunda. É o preenchedor ideal para a face. São raríssimos os efeitos adversos do produto. Cabe ressaltar que o preenchimento deve ser realizado por dermatologista, que é o profissional que tem experiência e conhecimento da anatomia dos vasos sanguíneos da face. Já foram descritos casos de oclusão arterial por preenchimento excessivo ao redor ou diretamente na artéria. O dermatologista também é capacitado e tem conhecimento de como tratar ou tentar reverter alguma complicação que por ventura possa ocorrer.

Ácido polilático (sculptra®): Esse produto, além de preencher, também provoca uma melhora substancial da textura da pele por estimular a produção de colágeno e melhora da flacidez. É indicado para pacientes acima dos 40 anos, não só no rosto, como na flacidez dos braços, nádegas, coxas.

Hidroxiapatita de cálcio (Radiesse®): Preenchedor que tem sua melhor indicação no preenchimento e rejuvenescimento do dorso das mãos.

4545O princípio do microagulhamento é provocar um estímulo ao colágeno com baixo risco de complicações e retorno precoce às atividades laborais diárias. Pode ser utilizado isolado ou associado a outras técnicas como a microinfusão de medicamentos e peelings.

Geralmente 70% do comprimento das microagulhas penetram na pele. Quanto mais profundo, maior é a resposta ao colágeno, porém, o risco de complicações também aumenta. Portanto, procedimentos mais agressivos, que geralmente necessitam de anestesia por bloqueio ou infiltrativa, só podem ser realizados por médicos qualificados

O profissional deve ter experiência no manuseio do equipamento, tendo o cuidado para não danificar estruturas profundas da face.

peelingÉ uma das técnicas de rejuvenescimento mais antigas da dermatologia. Consiste na aplicação de ácidos em concentrações elevadas, promovendo descamação, que remove manchas e corrige cicatrizes além de rejuvenescer a pele de forma global. A profundidade e a substância utilizadas são avaliadas caso a caso, dependendo do objetivo principal do peeling. Existem tipos de ácidos que atuam mais sobre a melanina, úteis no tratamento do melasma por exemplo, e outros que penetram mais na profundidade, atuando na correção de rugas e imperfeições. A avaliação da indicação e do tipo de pele do paciente, além do cuidado pós procedimento, são fundamentais para melhores resultados e evitar complicações.

É o peeling mais agressivo que existe. Promove uma regeneração profunda da pele, corrigindo até mesmo rugas profundas. Deve ser realizado sob monitorização cardiovascular, pois o fenol pode ser absorvido pelo organismo e pode desencadear arritmias, mas é um evento raro. O tempo de recuperação é longo, em tono de 30 dias. A pele fica literalmente com a aparência de que sofreu uma queimadura. Os resultados são persistentes e são percebidos em sua plenitude a partir de 6 meses. O procedimento é realizado sob leve sedação. É indicado para pessoas acima dos 50 anos, com fotoenvelhecimento severo.

laserÉ um feixe de luz intenso que é direcionado sobre a pele, desencadeando vários efeitos como vaporização dos tecidos, eliminação de vasinhos e manchas, e estimulação a produção de colágeno. Os novos equipamentos são extremamente seletivos e emitem comprimentos de onda específicos. Cada comprimento específico de onda funciona melhor para determinada alteração que se queira tratar. Assim existem lasers que funcionam melhor para manchas, para vasos sanguíneos, cicatrizes, indução da produção de colágeno, rejuvenescimento. O dermatologista deve fazer um bom diagnóstico, selecionar o paciente adequadamente para determinada indicação e utilizar o equipamento adequado para ter sucesso, atingindo a expectativa do paciente.

Principais lasers utilizados atualmente são:

CO2: é o mais agressivo disponível atualmente. O médico escolhe a potência de acordo com a necessidade e os objetivos do paciente. Atua por meio da produção de calor com vaporização e desnaturação focal do colágeno. A ponteira dispara de forma fracionada e ablativa, fazendo microperfurações na pele estimulando o colágeno na profundidade, e também vaporizando a superfície, corrigindo imperfeições do relevo. Em resumo, ele produz um rejuvenescimento global, com contração do colágeno e melhora das rugas, remoção superficial da pele fotolesada, e melhora da textura da pele com o estímulo a produção de colágeno.

Erbium: YAG laser 2940: Atua de forma muito semelhante ao CO2, porém menos agressivo. É mais indicado para pacientes mais jovens. É indicado para resurfacing da face, pescoço, peitoral e mãos. Trata manchas, rugas, cicatrizes (especialmente os poros dilatados e microcicatrizes de acne).

Lasers não ablativos (1064/1540/;1550 entre outros): Indicados especialmente para tratamento das rugas finas (rítides). A gênese das rítides faciais está na derme, camada intermediária da pele, e, portanto, a remoção parcial da pele é desnecessária em muitos pacientes que desejam tratar somente as rítides. Atua diretamente estimulando a neocolagênese, sem danificar a camada superficial, sendo por isso considerado de aplicação mais segura. Podem ser utilizados também para tratamento de lesões vasculares e de desordens pigmentares ou tatuagens.

A LIP emite pulsos de luz policromática com vários comprimentos de onda, que podem ser selecionados por filtros específicos de cada aparelho. Possui uma grande flexibilidade de aplicações, sendo considerado um equipamento versátil, porém, em muitos casos não possui potência suficiente para tratamento de lesões mais exuberantes. É extremamente útil no tratamento de manchas solares, de vasos e eritema facial da rosácea, hiperpigmentação ao redor dos olhos, rejuvenescimento facial e fotodepilação.