Olheiras

A região dos olhos é uma área determinante na beleza facial e é uma preocupação extremamente frequente. São três os principais fatores envolvidos na gênese e expressão das olheiras:

  • Depósito de pigmento melânico que provoca coloração acastanhada das olheiras;
  • Hipertransparência da pele com visibilidade dos vasos e da musculatura, esse fator é responsável pela piora aguda das olheiras como a que acontece em situações de privação do sono;
  • Alterações do relevo com a formação do sulco nasojugal.

Diversos fatores intrínsecos e extrínsecos atuam sobre essa área agravando a aparência indesejada das olheiras e devem ser cuidadosamente avaliados por um dermatologista antes do tratamento, recebendo orientações de medidas preventivas e de tratamentos tópicos adjuvantes como manutenção. O uso de cosméticos e a fotoproteção são medidas importantes, especialmente em quadros leves e iniciais. Quando a alteração é marcante, procedimentos médicos devem ser realizados para atingir um resultado  mais satisfatório.

Com relação a pigmentação, peelings e lasers são utilizados com bom resultado.

Quando se deseja uma retração da pele e um rejuvenescimento global da área, o laser de CO2 fracionado é uma excelente opção, melhorando não só a pigmentação, como as rugas e o excesso de pele. Quando a flacidez é muito significativa, a blefaroplastia deve ser indicada.

A formação do sulco nasojugal, é a deformidade que mais chama a atenção, e felizmente é a alteração que mostra o melhor resultado terapêutico com o preenchimento com ácido hialurônico. O procedimento é praticamente indolor, com efeitos colaterais na maioria das vezes autolimitados e de resolução espontânea.

Leave a Reply

Your email address will not be published.