Dermatite Atópica: quais os sintomas e cuidados que você deve tomar

Dermatite atópica é uma doença inflamatória que atinge cerca de 50 milhões de pessoas no mundo, sendo mais comum em crianças e podendo perdurar até a fase adulta. No entanto, se descoberta logo no início, é possível diminuir a frequência e intensidade das crises, que causam ressecamento, lesões avermelhadas e coceira intensa na pele.

O que é a dermatite atópica?

A dermatite atópica é uma doença cutânea inflamatória, com influência genética associada à alterações imunológicas com reações alérgicas e alterações na barreira de proteção da pele. Muito comum entre crianças, os primeiros sintomas costumam surgir após os três meses de idade, podendo perdurar por anos. Além do ressecamento da pele, manchas esbranquiçadas, vermelhidão e inflamação com uma intensa coceira das áreas lesionadas, a doença pode ocasionar alergias respiratórias, como a rinite alérgica e asma.

Veja 4 recomendações para cuidar da pele com dermatite atópica:

Para saber a melhor forma de tratar a dermatite atópica, o ideal é consultar um dermatologista. No entanto, existem algumas dicas para evitar as crises causadas pela doença:

1) Fortalecer a barreira da pele: evite o contato com alérgenos ambientais, como poeira, pólen, sabonetes com perfume, produtos de limpeza doméstica e tabaco;

2) Nada de banho quente: procure tomar duchas frias ou mornas, pois a água quente resseca ainda mais a pele, que já é seca com a dermatite atópica, além de usar sabonetes antirressecamento que respeitem o pH da pele;

3) Usar hidratantes específicos para a pele muito seca: busque por produtos para peles secas ou extrassecas, sem corantes, perfumes ou parabenos, com ativos intensamente hidratantes, como a manteiga de karité, por exemplo;

4) Roupas leves de algodão: para evitar irritação excessiva da pele, vale a pena investir em roupas que contenham uma porcentagem maior de algodão, principalmente aquelas que ficam em contato direto com a pele.

São dicas fáceis de seguir, no entanto, não esqueça de consultar um dermatologista para que ele recomende o tratamento ideal para sua pele.

Fontes: Dermaclub e Vix.

Leave a Reply

Your email address will not be published.